Sede centro

48 3224-4337 / 3224-4925
               3224-5884 / 3223-6954

A importância do sindicato no processo de homologação trabalhista

Avalie este item
(0 votos)
12 Setembro 2018

Quando um contrato de trabalho termina, é necessário que seja realizado um processo chamado de homologação. É um procedimento que visa proteger o trabalhador de erros acidentais ou de má fé na documentação da rescisão trabalhista, dentre outras coisas.

O papel do sindicato

O sindicato é a entidade legalmente autorizada a homologar, isto é, reconhecer o fim da relação entre empregado e empregador. Seu papel é fundamental nesse processo, pois é o SINDICATO quem vai assegurar ao trabalhador que seus direitos estão sendo cumpridos e todos os valores pagos e descontados estão corretos.

Muitas vezes, o SINDICATO se nega a homologar rescisões de contrato que estejam com valor abaixo do que o empregado possui direito, obrigando a empresa a corrigir o erro de imediato.

Trabalhador! Aproveite a oportunidade

Para estreitar os laços com o SINDICATO, pois com a reforma trabalhista,a rescisão não precisará mais ser homologada nos sindicatos, assim, as empresas contarão com o apoio da sua assessoria jurídica na hora da homologação, todavia os empregados tem direito de levar um advogado no momento da rescisão. Mas será justo que o trabalhador dispensado pague um valor alto para um advogado apenas acompanhar a homologação?

Então trabalhador associado, usufrua dos benefícios oferecidos pelo SINDICATO, principalmente da ASSESSORIA JURÍDICA. E se você não é sócio, preencha o formulário de Sindicalização aqui mesmo no site e NÃO FIQUE SÓ, FIQUE SÓCIO.

Filiado

filiado cut filiado contracs filiado fecesc filiado dieese

Rua Jerônimo Coelho nº 345 / Ed. Julieta / 2º andar / Centro
Fones/Fax: (048) 3224-4337 / 3224-4925 / 3224-5884 / 3223-6954 / Caixa Postal 789
CEP 88.010-030 / Florianópolis / Santa Catarina
Atendimento: Segunda à sexta / 08h às 12h / 14h às 18h